Archive for the ‘Awesome’ Category


É isso aí leitores, é muito provável que este seja o último post deste endereço do blog. Estamos mudando para outro servidor, que além de ser melhor de postar, tem designs mais bonitos, e portanto facilita pro nosso lado para trazer pra vocês os posts mais incríveis do universo. É isso, o novo endereço segue abaixo e por favor continuem a contemplar esse pedacinho da vida louca de pensamentos das exatas e das humanas.

Beijo, abraço e aperto de mão

Rômulo

Ae galera, todo mundo entrando e divulgando nosso novo link. Todos os posts já foram colocados na nova localização e já existem posts novos. Contamos com todos para garantir o sucesso de piadas ruins e conselhos desnecessários.

Rodrigo

Novo endereço: http://www.anguefritas.blogspot.com

Anúncios

Essa é uma das minhas praias favoritas. Como o nome já diz, é perto da Lagoa da Conceição em Florianópolis. Esta praia é linda, relativamente tranquila, boa para caminhadas e para iniciantes do surfe (se alguém achar ruim por eu falar isso lembrem que a única coisa que eu tenho a ver com surfe é meu corpo em forma de prancha). Tem traves para jogar futebol de areia, é possível caminhar até um pequeno farol. É uma ótima praia em resumo. Sim, a água é gelada pra porra mas ainda é possível de aproveitar em dias muito quentes.

Foi nessa praia que eu levei nosso amigo psicólogo para tomar uma cerveja e olhar umas bundas e uns peitos ver a fauna e flora antes do vestibular dele (e não é mentira).

Nota engenharia: 9

 

É realmente, essa praia é tão fria que quando vc entra na água parece que levou um chute no saco vc se dá conta que está realmente no sul do país. Perfeita para relaxar antes de uma provinha coxa. Paisagem maravilhosa, cerveja geladíssima e clima sussa… só de me lembrar como é essa praia estou começando a odiar o fato de morar em São Paulo.

Não tem problema, depois eu vou dormir de graça na casa do engenheiro e passo lá. hahahahahaha

 

Nota psicologia: 9,5

The Inbetweeners

Posted: 09/06/2011 in Awesome, Comédia, Séries

Esta é uma comédia britânica relativamente nova, sua última temporada foi lançada em 2010. Ela conta a história de quatro amigos, todos grandes perdedores no fim da adolecência. Parece clichê? Claro que parece, mas vai muito além, porque diferente das séries ou filmes estadunidenses, esta séria não da tudo certo no final. Junto com isso, esta série também é uma aula esplendida de palavrões usados pelos britânicos. Will, a personagem principal, é um estudante que acaba de se transferir para uma nova escola, de uma particular para uma pública, e começa a ter grandes problemas em se adaptar. Ele faz amizade com Simon e seu grupo de amigos, e a série se desenrola mostrando as situações brilhantes e engraçadas nas quais eles se metem. E quais são essas confusões? Basicamente o que muitos adolecentes fazem, tentam enxer a cara, passar nas provas, aturar professores e tentar fazer sexo.

The Inbetweeners já ganhou diversos prêmios, entre eles de melhor ator de comédias, pelo papel de Will. Eu recomendo essa série para todos que gostam de comédias, situações que o mocinho não se da bem no fim e tem senso de humor “diferenciado”. Eu não aconselho esta comédia para pessoas que são moralistas em excesso. Esta série é ótima para pessoas como eu e, em especial nosso amigo psicólogo, que adoram palavrões de toda espécie.

Nota engenharia: 10

Clube da Luta

Posted: 25/04/2011 in Awesome, Filme, WTF

How much can you know about yourself if you’ve never been in a fight? –

“O quanto você pode saber sobre si mesmo se nunca esteve numa briga?”

Essa é uma das frases mais marcantes do filme.

Baseado no louco livro de Chuck Palahniuk, esse filme é simplesmente incrível e surpreendente. Tudo bem, ele dá um pouco de sono no início, mas uma vez que a história deslancha é impossível manter seus sentidos longe da trama. Às vezes mesmo quando você já assistiu ao filme, pois algumas coisas só ficam claras depois que você termina de ver.

O livro tá na minha lista de “preciso ler” há mais tempo do que engenheiro em DP de cálculo, mas ainda lerei.

A história é sobre uma pessoa comum, totalmente absorvida pelo consumismo e que encontra em grupos de apoio a pessoas com doenças muito graves a solução para seu problema de insônia que já dura seis meses. Então ele conhece uma garota chamada Marla, com a qual estabelece uma relação – vejam bem, relação, não relacionamento – estranha, e Tyler, com quem funda um grupo de pessoas que se reúnem toda semana para brigarem entre si. E coisas incrivelmente estranhas começam a acontecer. Por correr o risco de dar spoiler, paro a história por aqui, mas afirmo com toda a certeza: se você ainda não viu, veja, e se viu uma vez, veja de novo

Nota psicologia: 10

e lembrem-se: nada de bom acontece numa segunda pós-feriado

Eu discordo do nosso amigo maluco psicólogo. Coisas boas podem sim acontecer numa segunda feira pós-feriado.

Agora, sobre o filme, eu concordo com ele. Ótimo esse filme, realmente fantástico. Ótimas reviravoltas, um pouco de nonsense, mas muito bom e muito divertido. A idéia de lutar apenas por poder e para ver os limites, eu achei muito boa.

Fiquei com vontade de assistir de novo.

Nota engenharia: 10

Phoenix Wright

Posted: 18/04/2011 in Animação, Awesome, Jogos
Etiquetas:

Se você vir uma pessoa gritando “Objection” e ela tiver cara de nerd, não se espante, ele vai estar viciado nesse jogo bizarro chamado Phoenix Wright.

Nesse jogo, você encarna um advogado com uma assistente paranormal. Seu trabalho é basicamente conseguir uma sentença de “inocente” para todos os seus clientes. Parece fácil na primeira fase, mas o jogo vai passando…

E a complicação do jogo começa, e você passa a ter que reunir todas as provas, testemunhos, raciocinar em cima das situações pra poder provar pro juiz a inocência do seu cliente, afinal é pra isso que seu personagem é pago e também é a razão pela qual você baixou comprou o jogo.

E no meio de muitas objeções, provas e tal, surgem os promotores que são invariavelmente mau-caráteres e tentam de tudo, inclusive truques ilegais para conseguir a sentença de culpado, mas não estamos dispostos a deixá-los fazer isso não é?

É um jogo bem divertido, tem horas que enjoa, mas a curiosidade faz você jogar até o fim.

Nota psicologia: 7


Clássico. Essa é uma das melhores palavras para descrever este álbum. A batida simples mas contagiante, a guitarra animada, uma harmonia muito boa e um ótimo vocal. Eu ouso dizer que esta é uma das melhores bandas de todos os tempos.

Este álbum, com Have You Ever Seen The Rain, Who’ll Stop The Rain, Susie-Q, Bad Moon Rising, entre outras, é simplesmente magnífico. Minha música favorita, apesar disso, é Someday Never Comes, e eu devo ser o único que prefere esta a qualquer outra do álbum.

Se um alienígena chegasse na Terra e quisesse aprender sobre música, este deveria ser um dos primeiros álbuns mostrados. Um “must” para qualquer um que gosta de música de verdade.

Nota engenharia: 10


Essa é uma das histórias mais incríveis que eu conheço, que eu vi no programa britânico de carros Top Gear, e eu completei algumas lacunas com pesquisas na internet. A equipe de corrida da Lotus era nova, visto que a montadora nascera em 1952, e participava da competição das 24 horas de Le Mans pela segunda vez. A Lotus levou três carros, um para uma categoria e dois para outra categoria. Um desses dois carros que é o protagonista desta história. Não tanto o carro, mas sim um dos pilotos (nesta competição cada carro conta com dois pilotos).

A Lotus Racing levou os três carros, mas eles não passaram na vistoria técnica. Então os carros foram refeitos pela equipe. Agora vem uma informação não confirmada que eu vi no programa já citado: os carros não teriam sido aceitos para a competição no dia anterior, então esse piloto foi para um bar e tomou todas, bebeu tanto que nem parava em pé. Porém durante a noite a organização da competição mudou de idéia e confirmou os carros no grid de largada. Sim, o piloto estava na manguança e teria de correr.

A equipe começou a dar muito café para ele tomar, porque dirigir embriagado é perigoso. Isso resultou em um novo problema: ele começou a ficar muito agitado, e quem está estressado ou agitado também dirigi mal, e em uma corrida isso pode ser perigoso. Qual foi a brilhante solução da equipe? Ele começou a tomar uísque. Sim, começaram a dar mais álcool para ele para garantir que ele não estaria agitado para a corrida.

E o que aconteceu no fim? O carro com este piloto ficou em sétimo colocado na classificação geral, e o mais impressionante: ele foi campeão em sua categoria. Depois de tudo o que se passou, este ser foi capaz de se consagrar campeão. Depois de 24 horas de corrida, começando mais bêbado que universitário depois de uma prova difícil, ele venceu.

E este piloto, juntamente com a Lotus Racing, são meus heróis.

Nota engenharia: (para a equipe) 10 (para o piloto) 1000