Archive for the ‘WTF’ Category

Produtos Chineses

Posted: 08/07/2011 in Musica, Tecnologia, WTF

“Deus criou o mundo, mas o resto quem criou foram os chineses”

Eu particularmente sou um fã dos produtos chineses, porque apesar da qualidade muitas vezes questionável das mercadorias, os caras são muito criativos e têm sempre uma inovação para nós a preço de banana, apesar de isso consumir a vida de milhões de cidadãos chineses todos os dias.

Mas vejam bem, em que outro país encontramos celulares com 4 (5, 6, 7, 300) chips, wi-fi, frigideira, satélite, gps, carro, cachorro, mp3 e mp4 embutidos? Tudo bem que eles são meio sacanas e vendem pra consumidores daquelas músicas que todos amamos sem a opção de fones de ouvido, mas ninguém é perfeito.

Além dos celulares com mais utilidades do que uma mistura de bom-bril e canivete suíço, salta aos olhos a crescente popularidade das caixinhas de som com leitor de cartão, pen drive e entrada auxiliar. No primeiro momento isso pode ser meio desesperador pra você que depende do transporte público e se preocupa com aquela coisinha nada fundamental pra saúde mental de uma pessoa chamada respeito do espaço comum, mas tem algumas utilidades interessantes. Com ela você fazer uma apresentação de trabalho com vídeo durante a qual as pessoas escutam o áudio. Não é sensacional? Eu mesmo comprei uma e aprovo. A partir de certo volume nem dá mais para ouvir a estática do aparelho.

Custo-benefício razoável, versatilidade e inovação. Essas são as armas dos nossos amigos chineses nesse mercado tecnológico. Parece bom pra mim.

Nota psicologia: 8

Anúncios

Esta catogoria de transtorno inclui certos sintomas não classificáveis sob outras rubricas. Eles são caracterizados por atos que muitas vezes não parecem ter motivação racional clara, mas no geral o paciente alega que de alguma forma seus comportamentos bizarros possam vir a resultar em algum ganho acadêmico, muito embora na maioria dos casos pareça um esforço desesperado.

Critérios diagnósticos

A vítima desse tipo de transtorno deve apresentar pelo menos cinco dos comportamentos abaixo por, pelo menos, duas semanas seguidas:

-Olheiras múltiplas (geralmente duas em cada órbita ocular)

-Tendência a fazer refeições rápidas e de pouco valor nutricional

-Sensação de que o tempo nunca é o suficiente

-Sono insuficiente

-Estranhamente começa a comparecer a aulas que para ele eram de pouca importância

-Tendência a evitar situações sociais

-Uso excessivo de programas de computador como o Microsoft Word e Power Point

-Investimento excessivo de tempo e/ou dinheiri em livrarias, bibliotecas e/ou empresas de fotocópia

-Tendência a negligenciar relações íntimas e/ou familiares

-Irritabilidade

-Tendência a projetar culpa e/ou raiva em funcionários de instituições acadêmicas, principalmente professores e bolsistas

-Comportamento instável e sujeito a hipersensibilidade emocional

-Permanece estudando mesmo quando esse comportamento deixa de ser produtivo

-Tendência a ter uma visão pessimista do cotidiano, como se tudo estivesse dando errado ao mesmo tempo

-Tendência a manter sua residência em um estado de organização e/ou limpeza considerado insuportável

Esse transtorno geralmente acomete pessoas de hábitos acadêmicos; na maior parte dos casos os sintomas aparecem nos meses de junho e novembro, podendo ter variações (para maiores informações sobre esse desvio, checar o item “transtorno de comportamento nerd do tipo puxa-saco”).

Clube da Luta

Posted: 25/04/2011 in Awesome, Filme, WTF

How much can you know about yourself if you’ve never been in a fight? –

“O quanto você pode saber sobre si mesmo se nunca esteve numa briga?”

Essa é uma das frases mais marcantes do filme.

Baseado no louco livro de Chuck Palahniuk, esse filme é simplesmente incrível e surpreendente. Tudo bem, ele dá um pouco de sono no início, mas uma vez que a história deslancha é impossível manter seus sentidos longe da trama. Às vezes mesmo quando você já assistiu ao filme, pois algumas coisas só ficam claras depois que você termina de ver.

O livro tá na minha lista de “preciso ler” há mais tempo do que engenheiro em DP de cálculo, mas ainda lerei.

A história é sobre uma pessoa comum, totalmente absorvida pelo consumismo e que encontra em grupos de apoio a pessoas com doenças muito graves a solução para seu problema de insônia que já dura seis meses. Então ele conhece uma garota chamada Marla, com a qual estabelece uma relação – vejam bem, relação, não relacionamento – estranha, e Tyler, com quem funda um grupo de pessoas que se reúnem toda semana para brigarem entre si. E coisas incrivelmente estranhas começam a acontecer. Por correr o risco de dar spoiler, paro a história por aqui, mas afirmo com toda a certeza: se você ainda não viu, veja, e se viu uma vez, veja de novo

Nota psicologia: 10

e lembrem-se: nada de bom acontece numa segunda pós-feriado

Eu discordo do nosso amigo maluco psicólogo. Coisas boas podem sim acontecer numa segunda feira pós-feriado.

Agora, sobre o filme, eu concordo com ele. Ótimo esse filme, realmente fantástico. Ótimas reviravoltas, um pouco de nonsense, mas muito bom e muito divertido. A idéia de lutar apenas por poder e para ver os limites, eu achei muito boa.

Fiquei com vontade de assistir de novo.

Nota engenharia: 10


Essa é uma das histórias mais incríveis que eu conheço, que eu vi no programa britânico de carros Top Gear, e eu completei algumas lacunas com pesquisas na internet. A equipe de corrida da Lotus era nova, visto que a montadora nascera em 1952, e participava da competição das 24 horas de Le Mans pela segunda vez. A Lotus levou três carros, um para uma categoria e dois para outra categoria. Um desses dois carros que é o protagonista desta história. Não tanto o carro, mas sim um dos pilotos (nesta competição cada carro conta com dois pilotos).

A Lotus Racing levou os três carros, mas eles não passaram na vistoria técnica. Então os carros foram refeitos pela equipe. Agora vem uma informação não confirmada que eu vi no programa já citado: os carros não teriam sido aceitos para a competição no dia anterior, então esse piloto foi para um bar e tomou todas, bebeu tanto que nem parava em pé. Porém durante a noite a organização da competição mudou de idéia e confirmou os carros no grid de largada. Sim, o piloto estava na manguança e teria de correr.

A equipe começou a dar muito café para ele tomar, porque dirigir embriagado é perigoso. Isso resultou em um novo problema: ele começou a ficar muito agitado, e quem está estressado ou agitado também dirigi mal, e em uma corrida isso pode ser perigoso. Qual foi a brilhante solução da equipe? Ele começou a tomar uísque. Sim, começaram a dar mais álcool para ele para garantir que ele não estaria agitado para a corrida.

E o que aconteceu no fim? O carro com este piloto ficou em sétimo colocado na classificação geral, e o mais impressionante: ele foi campeão em sua categoria. Depois de tudo o que se passou, este ser foi capaz de se consagrar campeão. Depois de 24 horas de corrida, começando mais bêbado que universitário depois de uma prova difícil, ele venceu.

E este piloto, juntamente com a Lotus Racing, são meus heróis.

Nota engenharia: (para a equipe) 10 (para o piloto) 1000

Vida Social

Posted: 15/04/2011 in Turismo, WTF

Apesar de a imagem de exibição ser um boteco, vida social não se resume somente a sair à noite e ir para a gandaia, podemos também incluir aí na categoria realizar atividades de interesse com outras pessoas, conversar com um estranho no supermercado, ou seja, a maioria das coisas que envolvem contato com outro ser humano.

As vezes, perdemos muito de nosso contato social ao nos envolvermos demais com atividades que quer percebamos ou não, e quando isso acontece, eu nem consigo descrever direito o que acontece… para quem vê de fora, você se torna mais uma pessoa com grandes olheiras, uma casa suja/mal arrumada, aparência meio assustadora e que provavelmente vai saber falar de somente um assunto, seja ele trabalho, jogos, filmes ou o que quer que te mantenha dentro de casa.

Pessoalmente não costumo condenar a galera que vive dessa maneira, porque todo mundo alguma vez na vida já teve que se dedicar tanto a alguma coisa que perdeu o contato com o mundo exterior por algum tempo.

Mas, como tudo na vida tem um “mas”, é científicamente comprovado que a falta de contato social prejudica a saúde de diversas maneiras, como por exemplo através do enfraquecimento do sistema imunológico. Além disso, a falta de contato sexual também faz mal pra caramba, e se você fica sozinho em casa, lamento, você não vai conseguir nenhum… e não, isso não conta.

Dessa forma gente, concluo que apesar de às vezes escolhermos nos abster do contato social, não faz muito bem não.

Nota psicologia(para contato social): 10

Sim, vida social é importante, mas para os adeptos a engenharia e que tentam levar essa desgraça a sério fica difícil. Eu não falo isso devido ao fato de que eu matei todas as aulas da tarde de ontem para ficar no bar com os amigos. Quem leva engenharia a sério tem problemas de vida social. Muitas provas, muitos relatórios, muitas aulas e por aí vai. E para aqueles que como eu, são malucos de verdade e pegam dois trabalhos ao mesmo tempo além da universidade, vida social é algo raro. Eu trabalho e estudo de dia e trabalho de novo no período da noite. A vida não é fácil. Quando os trabalhos estão pesados minha vida social fica igual razão na cabeça de um psicólogo: uma lenda.

Para evitar que isso aconteça eu aprendi a desenvolver alguns métodos para ajudar. Não durma tudo o que você precisa de noite, aproveite para sair e durma nas aulas e no trabalho enquanto o chefe não está presente. Arrume boas desculpas de coisas para fazer e não compareça ao trabalho e vá para casa dormir. Mate aulas pouco importantes e vá dormir ou saia com os amigos. Arrume um amigo que copia a matéria e que possa te ensinar no dia antes da prova.

Eu sei que isso é um passo a passo do que não se fazer, algo que minha mãe me mataria se lesse, mas essas são dicas para ajudar a ter uma vida social que exista. E leve a faculdade numa boa, porque você pode virar um psicólogo maluco. Vida social é como novela, você fica vendo a vida dos outros e acha que a sua poderia ser melhor huahauhuahuauhauhahua.

Nota engenharia: 10

Arrombar uma porta com chutes

Posted: 13/04/2011 in Awesome, WTF

Não fiquei maluco nem virei trombadinha, tampouco tenho a intenção de virar ator de merda Hollywood. Essa é uma coisa extremamente divertida, difícil ou não, mas legal de se fazer uma vez na vida.

Nunca imaginei que faria isso, mas em uma ocasião precisei arrombar a porta do meu banheiro para tirar uma mulher pelada alguém de dentro. A porta era de frente para o corredor e não tinha muito espaço, eu usei o espaço que tinha e dei chutes na porta até quebrar. Depois que a porta abriu, esta bateu na cabeça da menina pessoa e criou um belo galo.

Eu posso ter irritado alguns vizinhos com o barulho, mas a verdade é que eu me diverti. Repito, todos deveriam fazer isso uma vez na vida. O ato de quebrar a porta, a sensação de parecer um Steven Seagal (obrigado pela correção de algum leitor) da vida. Muito bom. Isso com certeza entraria na minha lista de coisas para fazer uma vez na vida. Como peidar estupidamente fedido em um avião ou tirar zero em uma prova na engenharia (fazendo a prova é claro).

São essas coisas que fazer a vida ter divertimento.

Nota engenharia: 10

Custo para arrumar a porta: não interessa hauhauhuahuahuahuauh

Se me lembro bem, essa é uma das suas melhores histórias e sinceramente, esse é o tipo de situação que me deixa pensando: cara, por que eu não fui fazer faculdade com alguém que eu conhecia?

Não, não conheço essa sensação incrível de quebrar uma porta no chute, mas ainda quero sentir huahuahuahuahuahhauahuah.

E para sua lista de coisas para se fazer uma vez na vida adicione:

-Abandonar uma prova importante

-Fazer uma viajem gigante e inesperada só para encontrar os amigos.

-Dançar a dança do boneco de Olinda na tenda tecno da Oktoberfest.

Nota psicologia: 10

Sim, nós já dançamos o boneco de olinda na oktoberfest uhauhauhauhauhauhaua