Rodoviárias

Posted: 29/04/2011 in Terror, Turismo

Este estabelecimento, também conhecido como boca do inferno, inferno sobre a terra, tortura chinesa, trauma de viaGem, entre outros; tem uma função muito simples: fazer do seu dia o mais desprazeroso possível. A eficiência de sua função atinge o ponto máximo nos feriados e fins de semana, uma vez que devido ao enorme número de pessoas procurando seu serviço, é configurada a oportunidade perfeita para prejudicar e irritar de uma vez só um número gigantesco de pessoas.

Mas, como isso é feito?

Excelente pergunta. Além de atrasos inexplicáveis nas linhas, péssimo atendimento e logística confusa, temos ainda veículos com cheiro de vômito, ar condicionado glacial e tumultos, vários deles.

Enfim esse foi um breve desabafo essa foi uma breve análise dessa triste, porém necessária ferramenta que utilizamos para irmos ou voltarmos de/para lugares. E sabem por que esse lugar é tão infernal assim? É porque requer muita ENGENHARIA de tráfego, e – como todos sabem – tudo que envolve engenharia demais tende a não prestar uahuahuhahauuahuahuahuahahua.

Nota psicologia: 1

Made of Bricks – Kate Nash

Posted: 28/04/2011 in Musica

Este é um CD de 2007 da cantora e compositora britânica Kate Nash. Segundo a Wikipédia o estilo musical é Indie POP, mas que se dane esses apelidos, a música é boa. Eu particularmente gosto do sotaque britânico, e ver uma ruiva cantando não é mal hauuhauhahuahuauhahuuha (normalmente ela está ruiva). Ela ficou famosa com a música Foundations deste CD, que também traz Merry Happy e Mariella, estas duas são dicas minhas.

Um bom som, uma boa voz e letras legais fazem deste CD um passatempo agradável.

Nota engenharia: 8


Esse é um filme famoso com Kevin Spacey. Ele é um homem de meia idade que acorda para a vida depois de muito tempo, e com isso afeta não apenas sua vida, mas também a vida da sua família e seus vizinhos. No fim das contas acaba passando uma idéia de acorde a aproveite a vida, veja a beleza que está por ai.

No momento eu estou “estudando” para uma prova então farei a crítica resumida: muito foda. Adorei esse filme, a maneira como foi feito, as idéias passadas, uma ótima atuação do Kevin Spacey. Não é a toa que este filme é tão famoso e vencedor de 5 oscars.

Recomendo para todos que gostam de filmes. Já me disseram que esse filme é chato. Quem achar isso precisa tirar a cabeça da própria bunda e usar ela para pensar ao invés de apenas usá-la para mostrar o penteado (a cabeça não a bunda). Não é um filme eletrizante, mas é um filme fantástico.

Nota engenharia: 10

Clube da Luta

Posted: 25/04/2011 in Awesome, Filme, WTF

How much can you know about yourself if you’ve never been in a fight? –

“O quanto você pode saber sobre si mesmo se nunca esteve numa briga?”

Essa é uma das frases mais marcantes do filme.

Baseado no louco livro de Chuck Palahniuk, esse filme é simplesmente incrível e surpreendente. Tudo bem, ele dá um pouco de sono no início, mas uma vez que a história deslancha é impossível manter seus sentidos longe da trama. Às vezes mesmo quando você já assistiu ao filme, pois algumas coisas só ficam claras depois que você termina de ver.

O livro tá na minha lista de “preciso ler” há mais tempo do que engenheiro em DP de cálculo, mas ainda lerei.

A história é sobre uma pessoa comum, totalmente absorvida pelo consumismo e que encontra em grupos de apoio a pessoas com doenças muito graves a solução para seu problema de insônia que já dura seis meses. Então ele conhece uma garota chamada Marla, com a qual estabelece uma relação – vejam bem, relação, não relacionamento – estranha, e Tyler, com quem funda um grupo de pessoas que se reúnem toda semana para brigarem entre si. E coisas incrivelmente estranhas começam a acontecer. Por correr o risco de dar spoiler, paro a história por aqui, mas afirmo com toda a certeza: se você ainda não viu, veja, e se viu uma vez, veja de novo

Nota psicologia: 10

e lembrem-se: nada de bom acontece numa segunda pós-feriado

Eu discordo do nosso amigo maluco psicólogo. Coisas boas podem sim acontecer numa segunda feira pós-feriado.

Agora, sobre o filme, eu concordo com ele. Ótimo esse filme, realmente fantástico. Ótimas reviravoltas, um pouco de nonsense, mas muito bom e muito divertido. A idéia de lutar apenas por poder e para ver os limites, eu achei muito boa.

Fiquei com vontade de assistir de novo.

Nota engenharia: 10


E continuando na série de jogos de DS, esse aí se chama Trauma Center – Under the Knife. Nele você encarna o Dr. Stiles, um cirurgião iniciante que fará sua carreira durante o jogo.

Claro, começamos o jogo com cirurgias simples, nas quais maiores conhecimentos de inglês são inclusive dispensáveis.

Além da simulação da cirurgia, caso você tenha um lado carniceiro, pode brincar de cortar o paciente, costurar o coração dele e etc. Falando assim parece bobeira, mas é muito divertido.

Apesar de os gráficos não serem lá grande coisa, é um ótimo passatempo para você fazer durante aulas de filosofia da psicologia viajens, missas intervalo escolar, entre outros.

O jogo tem um enredo bem batido, não inova muito nessa parte, mas a parte de interação com o jogador é muito foda  legal e é muito, muito empolgante, e uma vez que se começa a jogar, só quando a bateria acaba. hahahahahahahaha

Nota psicologia: 8,5

p.s. recado pra galera da nintendo: ta faltando jogo de psicologia pra DS ein, dou um mês pra vocês, se virem


Este é o álbum de estréia desta banda que ficou muito famosa na década de 80. Eu acho este álbum ótimo, e para comprovar isso há um fato importante: 9 das 11 faixas ficaram entre as mais tocadas da época, e isso não é para poucos.

Com jeito irreverente, ótima qualidade de letra e música, Ultraje a Rigor conquistou muitos fãs e este álbum conseguiu o primeiro disco de ouro e platina para o rock nacional. Destaque para as músicas Mim Quer Tocar, Inútil, Marylou e a música com o mesmo nome do álbum, que é a minha favorita.

Quem gosta de rock deveria escutar este álbum fantástico.

Nota engenharia: 9

Esse engenheiro só pode estar de pomba-girice comigo. Vir falar de um álbum do qual só se salvam duas músicas. Não entendo esse povo que faz exatas e vira cult… simplesmente não entendo…

Enfim, falando sério agora, gosto pra caramba de algumas músicas da banda, mas não conheço a fundo, de forma que vou deixar a nota baseada no que conheço.

Beijo, abraço e aperto de mão

Nota psicologia: 8

171 dias para a oktoberfest

Phoenix Wright

Posted: 18/04/2011 in Animação, Awesome, Jogos
Etiquetas:

Se você vir uma pessoa gritando “Objection” e ela tiver cara de nerd, não se espante, ele vai estar viciado nesse jogo bizarro chamado Phoenix Wright.

Nesse jogo, você encarna um advogado com uma assistente paranormal. Seu trabalho é basicamente conseguir uma sentença de “inocente” para todos os seus clientes. Parece fácil na primeira fase, mas o jogo vai passando…

E a complicação do jogo começa, e você passa a ter que reunir todas as provas, testemunhos, raciocinar em cima das situações pra poder provar pro juiz a inocência do seu cliente, afinal é pra isso que seu personagem é pago e também é a razão pela qual você baixou comprou o jogo.

E no meio de muitas objeções, provas e tal, surgem os promotores que são invariavelmente mau-caráteres e tentam de tudo, inclusive truques ilegais para conseguir a sentença de culpado, mas não estamos dispostos a deixá-los fazer isso não é?

É um jogo bem divertido, tem horas que enjoa, mas a curiosidade faz você jogar até o fim.

Nota psicologia: 7